Sete dicas para encontrar um bom personal trainer

Pensando em contratar um personal para dar uma acelerada nos exercícios? Confira os conselhos de profissionais que entendem do assunto para não cair em ciladas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cheque as credenciais

O primeiro passo ao considerar um candidato é verificar se ele possui registro no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Também vale pedir um currículo para saber se os cursos e especializações do profissional atendem aos seus objetivos e pesquisar em sites de busca sobre seus antecedentes. "A maior qualidade que um personal trainer pode ter é o conhecimento. Se (a formação dele) está atualizada, é um bom indicador, pois indica que ele dedica parte do seu tempo ao aperfeiçoamento continuado", explica o diretor técnico da Bodytech, Eduardo Netto.

 

Busque empatia com o profissional

De nada adianta um profissional capacitado se ele e o cliente não tem entrosamento. A empatia é fundamental para que o trabalho dê certo. Por isso, pense duas vezes se você não simpatizou muito com um candidato. "Lembre-se que o profissional escolhido ficará com você por muito tempo. Confie em seus instintos. Pergunte a si mesmo se você acha que pode se dar bem com o personal e se realmente acredita que ele está realmente interessado em ajudá-lo", aconselha Netto.

 

Fique atento aos preços

Encontrar um bom profissional não sai barato, mas ao mesmo tempo ninguém deseja comprometer o orçamento. Mas o maior perigo reside mesmo nos preços extremos: enquanto preços baixos podem indicar alguém pouco qualificado, altos demais também podem indicar espertinhos. "Um pouco de atenção e cuidado é fundamental quando nos deparamos com preços fora da faixa praticada no mercado. Fique atento aos extremos, desconfie de valores baixos ou altos demais. O ideal e que se faça um pesquisa de mercado", sugere Netto.

 

Cobre dedicação

Busque pessoas que realmente demonstrem interesse no seu progresso. Segundo a professora de Educação Física e consultora de qualidade de vida Carla Lubisco, pequenas atitudes podem revelar o nível de interesse do personal. "Preste atenção se o personal trainer está totalmente focado no treino quando estiver com você. Não aceite um profissional que atenda o celular ou que não vá preparado para a aula", recomenda.

 

Desconfie de dietas mirabolantes

Se o personal trainer invade a área de um outro profissional, é sinal de que ele não é sério. Prescrever dietas sem formação em nutrição ou sugerir que o cliente adote anabolizantes são atitudes que não devem jamais ser aceitas. "Treinamento é adesão e você deve respeitar o seu tipo biológico e os seus limites para atingir seus objetivos de forma saudável", lembra Carla.

 

Peça um plano de metas

Carla também recomenda que se peça um plano de metas para saber como e em quanto tempo o profissional pretende atingir os objetivos do cliente. "O professor de educação física não pode prometer milagres, como um treino que não esteja adequado ao seu biotipo. Ele sabe como você poderá atingir os seus objetivos e deve apresentar um plano de como isso acontecerá", explica.

 

Verifique se ele entende a sua rotina

Um bom personal trainer enxerga além do treino físico e se preocupa com a sua qualidade de vida: se você tem dormido bem, se não está muito estressado, se tem bebido água etc. Por isso, é necessário que o profissional conheça a rotina do cliente e saiba adaptar as práticas de acordo com a situação de cada dia. "Se você está muito estressado e cansado, um bom alongamento, exercícios de respiração e relaxamento podem ser os mais adequados naquele dia", exemplifica Carla.

 

 

 

Fonte: ela.oglobo.globo.com

 

 

Imagem: André Mello/Arte O Globo

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

SEGUNDA - SEXTA

6h às 22h

​SÁBADOS

8h às 12h

ENDEREÇO

CLN 108, bloco “D”, Sala 102 (sobreloja),

CEP: 70744-540 Brasília-DF.
Ponto de referência: Em frente ao Beirute.
myfit@studiomyfit.com.br

Tel: 61 3340-0030
 

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

LOCALIZAÇÃO